Atiradores de Criciúma rumo a Chapecó

0
Slider

Dois campeonatos simultâneos, com expectativa de 200 atletas, movimentam o tiro catarinense

Para dar início ao ano de competições, os atiradores do Clube de Caça e Pesca Alberto Scheidt (CCPAS) de Criciúma estão em deslocamento para a cidade de Chapecó. A partir de amanhã, 7, os atletas disputam colocações nas primeiras etapas do Catarinense de Tiro ao Prato e também no brasileiro da Expressa Liga Nacional de Tiro ao Prato.

O evento segue até domingo e conta com duas modalidades. O Trap Americano Single, que é a categoria do tiro esportivo onde são lançados 200 pratos em 8 séries de 25 pratos cada, um prato por vez. E o Trap Americano Double que é a categoria de tiro esportivo onde serão lançados 100 pratos em duas séries de 50, lançados dois pratos simultâneos.

“A equipe está preparada para o retorno e focada em trazer os melhores resultados para Criciúma. Serão mais de 200 atiradores, com isso aumenta ainda mais o espirito de competição. O diferencial desse campeonato é que os atiradores que participarem de uma modalidade vão poder pontuar também para equipe e isso acaba barateando também o tiro esportivo”, conta o diretor de tiro, Saimon Reus Honorato.

Além de Saimon, os atletas Ademir Giassi, Filipe Borsato, Osmar Piovesan Junior e Samuel Giassi competem pelo clube Criciumense.

O campeonato é organizado pela Confederação Brasileira de Tiro Esportivo, Federação Esportiva de Tiro e Caça de Santa Catarina, Liga Nacional de Tiro ao Prato e Associação Chapecoense de Caça e Tiro.

Lembrando que competições como está são destinadas apenas para atiradores que possuam o Certificado de Registro (CR) de Atirador junto ao Exército e a Guia de Tráfego Especial (GTE), válida para as suas armas.

Luana Ferraz Mazzuchello

Slider