Campanha do Setembro Amarelo: “Se precisar peça ajuda”

0
Slider

Por Clarize Aparecida Carvalho Padilha

O mês de setembro é comemorado a campanha do Setembro Amarelo, esta campanha é dedicada à prevenção do suicídio, que teve inicio no Brasil em 2015, o principal objetivo é a conscientização da discussão sobre o suicídio, infelizmente a incidência desses casos é grande. Salvar vidas é o mais importante.

No dia 10 de Setembro se comemora o dia da prevenção contra o suicídio, são realizadas palestras que são direcionadas para esse tema, embora seja essencial a discussão desse assunto com uma maior constância, talvez não seja pelo fato do suicídio ainda ser um tabu, muitas pessoas não gostam de tocar nesse assunto, entretanto a prevenção é o melhor caminho.

A campanha pretende envolver o máximo de pessoas, abordando e esclarecendo esse tema, através disso é possível compreender o que as pessoas estão passando e qual os motivos levam as idealizações suicidas, existe várias redes e profissionais qualificados para ajudar, nesse momento de sofrimento intenso.

Pode haver várias situações que levam uma pessoa a cometer suicídio, os quadros de depressão pode levar a pessoa a ideias suicidas, a depressão é uma doença psiquiátrica crônica e recorrente, que produz uma alteração do humor caracterizada por uma tristeza profunda, sem fim, associada a sentimento de dor, amargura, desencanto, desesperança, baixa autoestima e culpa, assim como distúrbios do sono e do apetite.

Ainda existe pessoas que não sabem enfrentar a depressão, por conta do desamparo, é comum ouvirmos algumas pessoas falarem que depressão é coisa de gente fraca, é frescura, preguiça, drama, entre outras falas. Muitos acreditam nas doenças físicas e não se importante com as doenças mentais, mesmo sem ser aparente o sofrimento psíquico existe, as pessoas sofrem com esses tipos de comentários, para chegar a este estado é porque já sofreu inúmeras dores e traumas e não conseguiu superar todos os problemas que afetaram a sua saúde mental.

Qual a origem do Setembro Amarelo?

A cor da campanha foi adotada por conta da trágica história que a inspirou. Em 1994 um jovem americano de apenas 17 anos, chamado Mike Emme, tirou sua própria vida dirigindo seu carro amarelo. Em sua homenagem, seus amigos e familiares distribuíram no velório cartões com fitas amarelas e também mensagens de apoio para as pessoas que estivessem enfrentando o mesmo desespero que Mike, a mensagem foi espalhada por todo o mundo.

Gostaria de reiterar esse trecho dizendo que algumas pessoas não demostram nenhum sinal de tristeza e dor aparente, é normal vê-las sorridentes nas redes sociais, na profissão e na vida particular, por incrível que pareça pessoas bem sucedidas também passam por sofrimentos dolorosos, sua doença é silenciosa e por causa de preconceitos que vem da sociedade, preferem transparecer uma vida feliz.

A cobrança da sociedade é imensa, vem à sensação que é necessário ser forte o tempo todo, o choro é relacionado à fraqueza, costumamos dizer que está tudo bem, pois existe um medo de dizer que está se sentindo mal, o medo do julgamento do outro é algo persistente, nesses casos o ideal é falar sobre aquilo que sente, saiba que pedir ajuda é um ato de amor com você e com quem você ama.

Caso necessite de ajuda busque, você pode conversar com um voluntário do Centro de Valorização à Vida (CVV) ligando para 188 de todo território nacional, 24 horas todos os dias de forma gratuita. Este voluntário te atenderá com respeito, anonimato, que guardará todo sigilo sobre tudo que for dito, são treinados para conversar com todas as pessoas que procuram ajuda e apoio emocional.

Slider