CIDASC ENTREGA DUAS CERTIFICAÇÕES DE PROPRIEDADE LIVRES DE BRUCELOSE E TUBERCULOSE

0
Slider

A UVL de Orleans, na pessoa da Gestora Aline de Oliveira e da Médica Veterinária Carmem Regina Vieira certificou duas propriedades livres de Brucelose e Tuberculose. Na oportunidade, foram certificadas as propriedades do casal Carlito Della Giustina e Marley Aidemann Della Giustina, de Rio das Furnas e a propriedade do casal Francisco de Assis Vieira e Zulma Marlene Debiasi Vieira, da localidade de Brusque do Sul, marcando um passo importante na excelência sanitária do rebanho de Orleans, bem como o importante trabalho realizado pela Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc) nos controles sanitários da cadeia produtiva leiteira, com amplo apoio da Prefeitura Municipal de Orleans. Esteve presente na entrega dos certificados, o Vereador Luiz Cristóvão Crocetta, representando o Secretário de Agricultura Edson Kestring. Cabe referir a importância de todos os envolvidos na cadeia produtiva, a saber, o Governo, as agroindústrias, os produtores rurais, entidades públicas e privadas, os quais proporcionam a conquista de níveis de excelência sanitária.

O governo de Santa Catarina estabeleceu novas normas para atualizar o cadastro dos produtores de bovinos de leite monitorar a saúde animal, no intuito de erradicar a brucelose e a tuberculose bovina no Estado. As medidas fazem parte da Portaria SAR 44/2020, elaborada pela Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural. Com a nova Portaria, haverá maior controle no recebimento de leite cru refrigerado pelos estabelecimentos registrados no serviço de inspeção oficial, seja a nível municipal, estadual ou federal. Os laticínios que recebem leite ou processam leite cru refrigerado deverão rastrear toda a matéria-prima e solicitar os exames de brucelose e tuberculose dos bovinos de seus fornecedores. Ou seja, será possível identificar os dados de cada fornecedor de leite e comprovar que eles seguem todas as exigências sanitárias da legislação vigente. Também é importante citar que muitos laticínios bonificam com um adicional no preço do litro do leite, entre dois a quatro centavos, quando a propriedade é certificada e essa vantagem incentiva que os produtores busquem a certificação.

Os produtores de Orleans tem enorme potencial para certificação das propriedades e a Cidasc acompanha todo o processo, sendo a única despesa para o produtor, o custo do exame, que termina por ser um investimento, na medida em que o produto obtido é de qualidade diferenciada e os animais produzidos na propriedade também contam com valor agregado pelo diferencial da certificação.

A erradicação da brucelose e tuberculose deverá ser mais um diferencial competitivo do agronegócio catarinense. Os Médicos veterinários da Cidasc realizam, diariamente, ações de educação sanitária nas propriedades rurais de todo o estado, devido a importância da certificação para a valorização do plantel e para a redução dos prejuízos do produtor rural com as perdas que ocorrem devido às doenças no rebanho. Os interessados podem entrar em contato com a UVL de Orleans pelo telefone, 3466 1407, que conta com WattsApp, podendo marcar uma visita técnica para orientações iniciais.

Ascom/Prefeitura de Orleans

Slider