DME inicia os preparativos para o retorno das atividades em Urussanga

0
Slider

Urussanga

A Diretora Municipal de Esportes de Urussanga, Izolete Duarte Vieira, vem realizando reuniões com a equipe da DME com o objetivo de discutir o retorno das atividades. Nesta semana, em encontro com o professor de Karatê, Luiz Fernando Rodrigues da Silva, também foi discutida a agenda de competições para 2021.

“Segundo Izolete, as reuniões são de fundamental importância para a organização de todo o grupo, “principalmente em tempos de pandemia, pois devemos adotar diversas medidas para que os profissionais, alunos e atletas estejam em segurança ao praticarem suas atividades”, explicou.

A modalidade de Karatê terá o cronograma de competições homologado neste fim de semana. “A agenda deste ano será homologada em reunião com o presidente da FCK e membro da federação, e da qual também farei parte”, explica o professor Luiz Fernando, acrescentando que já há eventos estaduais e nacionais agendados, “mas acreditamos que serão realizados somente a partir do mês de abril. Ainda assim é importante estarmos preparados”.

Dentro do Projeto “Quem Luta Não Briga”, realizado em parceria entre a DME e a Associação Alpha Karatê de Urussanga, acontecem aulas que envolvem desde a base até a equipe de rendimento. “Antes da pandemia a proposta contava com a participação de 150 crianças e adolescentes, e 50 atletas participando de competições estaduais. Além de 15 atletas de alto rendimento, com idade entre 12 e 20 anos, representando Urussanga no Brasileiro, Olesc, Joguinhos, JASC, seletivas nacionais, entre outros campeonatos”, conta a Diretora de Esportes. O projeto completa 10 anos em 2021.

Os treinos, segundo o professor, acontecem no dojo da equipe localizado no Parque Municipal Aldo Cassetari Vieira, nas segundas-feiras voltado para iniciantes com turmas separadas por idade; “nas quartas e sextas-feiras, treinos voltado às competições com horários para graduados; e aos sábados, treinos de preparação para o JASC”, revelou Luiz Fernando lembrando que os trabalhos tem como foco a formação da base, “oferecendo o esporte como ferramenta social e de incentivo para a participação de campeonatos”.

Slider