Dra. Andréa Debiasi – Vírgula

0
Slider

Olá, Leitor! Tudo bem?

Nesta coluna, apresento algumas regras básicas sobre o uso da Vírgula, que tem a função de separar elementos, identificando pequenas pausas no texto/discurso.

 

A seguir, algumas dicas simples a fim de facilitar a compreensão:

1ª dica: A vírgula é usada em supressões e inversões

Exemplos:

A colocação das tomadas, o eletricista ainda não terminou. (a vírgula separa um elemento pleonástico que vem antes do verbo)

Eu quero ser famosa; minha sogra, feliz. (a vírgula indica a supressão do verbo)

 

2ª dica: A vírgula isola e destaca elementos na frase

Exemplos:

Ela, sinceramente, não ponderou a minha opinião! (O adjunto adverbial fica separado por vírgula)

Sim, estou ficando nervosa. (Sim e não ficam separados por vírgula em respostas)

Vamos agora, Felipe! (O vocativo fica separado por vírgula)

Meu carro, por exemplo, não tem som. (Uma expressão intercalada na oração fica entre vírgulas)

Mirian, nossa funcionária, já conseguiu se aposentar. (O aposto fica entre vírgulas)

 

3ª dica: Não se usa vírgula entre sujeito e predicado e entre o verbo e os complementos verbais

Exemplos:

As professoras repassaram as tarefas aos alunos.

Nós retornaremos amanhã.

 

Aqui foram apresentadas algumas regras e exceções. Em outra oportunidade serão destacadas outras.

Até a próxima coluna e boa aprendizagem!

 

 

Dra. Andréa Debiasi

Slider