Duas ocorrências de ‘perturbação ao sossego alheio’ foram registradas nesta sexta-feira, em Braço do Norte

0
Slider

Duas ocorrências de perturbação ao sossego alheio foram registradas nesta sexta-feira (23), em Braço do Norte. Em todos os casos a guarnição da Polícia Militar foi acionada, via Central Regional de Emergência, para atender as ocorrências.

O primeiro caso a polícia foi acionada por volta das 19h45, na Estrada Geral no bairro Rio Pequeno. No local uma mulher relatou que seu ex-companheiro não aceita a separação e por isso vive lhe perseguindo, indo em seu local de trabalho. Ele faz ofensas e ameaça de morte.

O homem, por volta das 18h30, esteve em sua residência completamente embriagado. Além de comprometer o sossego de sua família, as 8 pessoas que residem com ela também não aguentam mais as provocações.

A mulher fez um pedido de distanciamento do homem. Diante dos fatos, a guarnição lavrou o presente Termo Circunstanciado em desfavor do ex-companheiro, com data de audiência definida. Logo após as partes foram liberadas e um boletim de ocorrência foi lavrado.

O outro caso ocorreu no bairro Coloninha, na rua Governador Irineu Bornhausen, por volta das 1h15. A guarnição 5908 e PPT foram acionadas, via Central Regional de Emergência, para atender ocorrência de perturbação do trabalho ou sossego alheios.

Quatro pessoas confraternizavam no local e, mesmo das guarnições chegarem até as residências, era possível escutar som ligado. Com a aproximação das guarnições o referido som foi desligado.

Os ânimos estavam bastante alterados, principalmente de uma das mulheres que estava em visível estado de embriaguez e não acatava as orientações repassadas pelas guarnições. A todo o momento ela buscava “enfrentar” os policiais, sugeriu, inclusive em certo momento, pegar a pistola do policial e “matar um”.

Durante todo o tempo, em tom de ameaça, a mulher alegava que os policiais só poderiam entrar ali com mandado, e que entendia de seus direitos. Além disso, ninguém iria fazer nada contra ela pois estava em sua casa.

Um termo de compromisso de comparecimento foi lavrado para as partes. A guarnição então apreendeu o aparelho de som, e lavrou o Boletim de Ocorrência.

Fonte:Notisul

Slider