Empresário de 68 anos é o segundo caso de morte por coronavírus em SC

0
Slider

Prefeitura de Joinville, no Norte catarinense, confirmou na noite desta segunda-feira (30) a segunda morte por coronavírus no estado. O empresário Mário Roberto Borba, de 68 anos, estava internado desde o dia 24 de março em estado grave no Hospital Dona Helena. Ele teria contraído a doença durante uma viagem aos Estados Unidos.

O resultado positivo do paciente para o Covid-19 foi confirmado pelo Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) na quinta-feira (26) e foi divulgado pela administração municipal no dia seguinte. De acordo com boletins médicos, ele tinha histórico de diabetes. A vítima estava entre as 14 pessoas com a doença no município.

O governador, Carlos Moisés (PSL), por meio das redes sociais lamentou a morte. “Notícia triste: o #Coronavírus faz a segunda vítima em #SantaCatarina. Mário Borba, diretor da empresa Krona, de #Joinville, não resistiu. Deus nos abençoe, proteja e console a família”.

A primeira morte por coronavírus em território catarinense foi confirmada na noite de quarta-feira (25), sendo a vítima um homem de 86 anos que morava em uma casa de repouso em Antônio Carlos, na Grande Florianópolis. Ele chegou a ser internado no Hospital Regional de São José, na mesma região, mas não resistiu. A família afirma que o idoso não apresentava sintomas da doença.

Casos no estado

Santa Catarina tem 219 casos da doença confirmados, segundo dados divulgados por volta das 18h30 desta segunda. Desses, 20 estão em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e têm idade entre 32 e 83 anos. A quarentena foi prorrogada, mas bancos e lotéricas já podem abrir, com restrições. Até domingo, eram 197 pessoas infectadas pela Covid-19 no estado.

Em coletiva na noite desta segunda, o governador voltou a pedir que os catarinenses fiquem em casa para evitar o contágio em massa. Ele e o secretário de Estado da Saúde, Helton Zeferino, falaram também sobre hospitais de referência e leitos.

G1 Santa Catarina

Slider