Falta de Ar: Covid-19 ou Ansiedade? | Por Clarize Aparecida Carvalho Padilha

0
Slider

Com a pandemia causada pelo Coronavírus é comum que as pessoas falem que estão ansiosas. Para as pessoas que não sofrem com o transtorno já está sendo complicado, imagina para as pessoas que tem crises de ansiedade. Estamos acompanhando os profissionais da saúde nos canais de comunicação e um dos sintomas do Coronavírus é similar ao da ansiedade, assim como a falta de ar, que já acomete as pessoas ansiosas. Pela falta de entendimento as pessoas acabam indo para os hospitais, e sabemos que o ideal é ficar em casa. Pensando nisso elaborei um texto falando da diferença entre ambos.

Segundo especialistas os principais sintomas do novo Coronavírus são: febre alta, tosse e falta de ar, ou seja, esses sintomas são físicos, exemplo disso, sentir exaustão ao subir e descer escadas, ou até um cansaço intenso acompanhado de dificuldade para respirar, ao desempenhar outras atividades diárias, que antes da pandemia você fazia sem nenhuma dificuldade.

Como relatei anteriormente os sintomas da Covid-19 são físicos, embora exista uma semelhança com a ansiedade, onde algumas características podem ser diferentes, portanto vou relatar sobre ansiedade e os sintomas que acompanham a falta de ar.

O que é Transtorno de Ansiedade e sintomas

Para uma melhor compreensão do leitor, é necessário falar um pouco do transtorno de ansiedade, podemos dizer que é uma emoção natural do ser humano, fica evidente mediante situações que causam medo, dúvidas ou expectativas, aumentam quando alguns eventos se aproximam, assim como, uma apresentação de trabalho, entrevista de emprego, uma viagem para um lugar diferente, entre outros fatores que geram uma grande expectativa pelos acontecimentos. Vocês devem estar se perguntando, quando a ansiedade passa a ser patológica? Me acompanhe, ao longo desse texto vou citar os sintomas que fazem parte desse transtorno.

A ansiedade passa a ser patológica quando as atividades diárias são prejudicadas, acompanhada de sintomas físicos e psicológicos, bem como: sudorese, dor de cabeça, falta de ar, boca seca, náusea, tensão muscular, dor no peito, taquicardia entre outros. Os psicológicos são: medos irracionais, insônia, dificuldade de concentração, irritação ou nervosismo, e preocupações constantes com o futuro.

É fundamental lembrar que quando o nível de ansiedade é grande perante os acontecimentos podem causar um intenso sofrimento. Se não houver tratamento, a qualidade de vida, as relações afetivas e sociais serão muito afetadas.

Fique atento aos sintomas, se a falta de ar vier acompanhada de tosse e febre ligue para unidade de saúde da sua cidade. Caso sinta sintomas estressores procure um profissional da área. Neste período os psicólogos estão fazendo atendimentos online o que irá facilitar muito essa distinção.

Slider