O engajamento de toda comunidade escolar fez o ano letivo da Rede Municipal de Ensino iniciar muito tranquilo em São Ludgero

0
Slider

 

O engajamento de todos que formam a comunidade escolar (profissionais, pais e alunos) fez com que hoje, quarta-feira, 17 de fevereiro, o primeiro dia de aula do ano letivo de 2021, com os regramentos para o enfrentamento da pandemia do Coronavírus, fosse muito tranquilo na Rede Municipal de Ensino de São Ludgero.

A Secretária de Educação, Cultura e Esportes, Maria Marlene Schlickmann, informa que todo o planejamento realizado, orientações e capacitações que somado ao comprometimento e dedicação de cada profissional, independente da função que ocupa, e o entendimento dos pais ao respeitarem os regramentos diante dos protocolos estabelecidos, contribuíram para que tudo acontecesse de forma tranquila. “Todos sentiram a vida retornando nas escolas, a alegria e energia das crianças novamente se fazendo presente nos espaços, nas ações e nas feições dos que integram as instituições escolares”, declara a secretária. Ela completa lembrando que inúmeros foram os desafios superados. “O pedido é que o comprometimento e o respeito aos regramentos continuem por parte dos profissionais, pais e alunos. Todos sabem que a nova rotina e os regramentos são para que todos permaneçam protegidos e a qualidade educacional se mantenha”, alerta.

O ano letivo na Rede Municipal de Ensino em São Ludgero iniciou com 1,5 mil crianças matriculadas no Ensino Fundamental e na Educação Infantil. Hoje, 17 de fevereiro, as aulas do ano letivo iniciaram para os alunos do Ensino Fundamental (1º ao 5º ano) e da Educação Infantil (turmas de 3, 4 e 5 anos). No dia 22, iniciam as atividades com as demais turmas da Educação Infantil (turmas de bebês de 1 e 2 anos). E, o Pré-Escolar do Bom Retiro, que funciona na Escola de Ensino Fundamental Bom Retiro, inicia amanhã, quinta-feira, dia 18, juntamente com a rede estadual de ensino.

A partir da Lei Complementar Nº 18.032, de 08/12/2020, a educação passou a ser considerada uma atividade essencial no estado de Santa Catarina. Desta forma, uma Portaria conjunta da Secretaria Estadual da Saúde e da Secretaria Estadual da Educação definiu os protocolos de segurança sanitária para o retorno às aulas presenciais, reforçando/endossando o que estava estabelecido nos Planos de contingência (PLANCON), seja na esfera municipal ou estadual. É importante lembrar que os pais têm direito de optar pela aula presencial ou não presencial. No entanto, caso o aluno não se enquadre no grupo de risco, o responsável pelo aluno deverá assinar um “Termo de Responsabilidade”, que deverá ser renovado a cada quinze dias.

Slider