PALMEIRAS BATE SANTOS COM GOL NOS MINUTOS FINAIS E CONQUISTA BI DA LIBERTADORES

0
Slider

Campeão em 1999, o Palmeiras repetiu a façanha de vencer a Libertadores da América, edição 2020, ao superar o Santos neste sábado (30), no Maracanã, em jogo único pela final no Maracanã, ao bater o Santos com gol no último minuto do acréscimo do segundo tempo, com gol de Breno Lopes, com assistência de Rony: placar, 1 a 0.

Clique aqui para ver a ficha técnica, estatísticas e tudo sobre o jogo!

Em duelo equilibrado, as equipes iam empatando por 0 a 0 nos 90 minutos iniciais, e o jogo ia se encaminhando para a prorrogação. Após o técnico santista Cuca discutir com Marcos Rocha por uma bola na área técnica, na qual o lateral palmeirense ia cobrar rapidamente. O treinador Cuca foi expulso e Marcos Rocha recebeu cartão amarelo. Logo em seguida, Breno Lopes fez o gol do título e o Maior Campeão do Brasil sagrou-se campeão da Libertadores da América pela segunda vez em sua história, em sua quinta final.

PALMEIRAS VEM DE DEZ VITÓRIAS SEGUIDAS EM JOGOS DE MATA-MATA (100% NA TEMPORADA ATUAL)

Desde que disputou o seu primeiro jogo de caráter eliminatório na temporada 2020 (valendo avanço de fase ou título), o Palmeiras emplacou nove vitórias seguidas. O primeiro deles foi em 29/07/2020, pelas quartas de final do Paulista, quando passou pelo Santo André-SP; depois, na semifinal do Estadual, em 29/07, despachou a Ponte Preta; na decisão do Paulista, sagrou-se campeão sobre o Corinthians, em 08/08; mais tarde, em 05/11, despachou o Red Bull Bragantino pelas oitavas da Copa do Brasil; em 18/11, foi a vez de eliminar o Ceará pelas quartas de final da Copa do Brasil; em 02/12, passou pelo Delfín-EQU nas oitavas de final da Libertadores; em 15/12, despachou o Libertad-PAR nas quartas do Continental; em 30/12, voltou a jogar pela Copa do Brasil, semifinais, quando eliminou o América-MG; por último, em 12/01, mesmo perdendo em casa, eliminou o River Plate-ARG nas semifinais da Libertadores.

Portanto, no total, são nove duelos de mata-mata em três diferentes competições, um título conquistado (Paulista) e duas finais em curso (Libertadores e Copa do Brasil) e um aproveitamento de 100%. A última derrota do Palmeiras em um jogo de mata-mata foi em 27/08/2019, na Libertadores daquele ano, para o Grêmio, nas quartas de final.

QUASE 70% DOS GOLS DO VERDÃO NA LIBERTADORES SAEM NO SEGUNDO TEMPO

Dos 32 gols marcados pelo Palmeiras na CONMEBOL Libertadores 2020, 22 deles (ou seja, 68,75%) foram anotados na etapa final, enquanto os outros dez (31,25%) aconteceram nos primeiros 45 minutos.

LIBERTADORES 2020 TEM PALMEIRAS COM MELHOR PERCENTUAL DE VITÓRIAS EM TODAS AS SUAS PARTICIPAÇÕES

Na atual edição, o Verdão atingiu o seu melhor percentual de vitórias em todas as suas de Libertadores: em 12 jogos, acumula nove vitórias e, com isso, foi a um percentual de 75%. O ano de 1979 está logo atrás, com 73%, seguido de 1995 e 2000, ambos com 70%.

 

Os 32 gols que o Palmeiras acumula na atual edição da Libertadores até aqui (em 12 jogos) já fazem da edição de 2020 a disputa em que o time alviverde mais somou gols em todas as suas 20 participações do torneio continental (a primeira vez foi em 1961), ao lado do ano de 2000, com as mesmas 32 bolas na rede (porém, em 14 partidas – ou seja, a edição atual tem média até superior). Caso balance as redes do Santos neste sábado (30), o time pode ter, de forma isolada, o seu melhor ataque de todos os tempos na Libertadores da América.

EDIÇÃO DE 2020 TEM MELHOR MÉDIA DE GOLS DO VERDÃO NA HISTÓRIA DA LIBERTADORES

O Palmeiras alcançou a sua melhor média de gols em todas as edições disputadas da Libertadores CONMEBOL, com 2,6, e, com isso, ultrapassou o ano de 1979, que registra 2,5 gols por partida (até então a média recordista na história palmeirense). Na atual temporada, são 32 gols em 12 jogos, enquanto em 1979 foram 15 gols em seis partidas.

LIBERTADORES DE 2020 REGISTRA SEGUNDO ANO COM MAIS VITÓRIAS GERAIS DO VERDÃO EM TODA A SUA HISTÓRIA NO TORNEIO

O Palmeiras atingiu a segunda marca de mais vitórias em uma mesma edição de Libertadores em toda a sua história – em 12 partidas, o Maior Campeão do Brasil, saiu vitorioso em nove (empatou outras duas e perdeu só uma). O ano de 1968 tem a melhor marca geral na Libertadores: venceu 11 dos 15 duelos disputados.

EDIÇÃO DE 2020 REGISTRA SEGUNDA MELHOR DEFESA GERAL DO PALMEIRAS COMPARANDO COM TODAS SUAS PARTICIPAÇÕES ANTERIORES

As equipes adversárias só balançaram as redes do Palmeiras em apenas seis oportunidades nos 12 duelos disputados. Essa é a melhor marca do Verdão desde sua primeira participação, em 1961. Em 2019, o time chegou às quartas de final e alcançou a melhor marca: cinco gols sofridos (em dez jogos).

RECORDE: NA LIBERTADORES 2020, PALMEIRAS ALCANÇOU SUA MAIOR INVENCIBILDIADE GERAL NA LIBERTADORES

Ao longo de todas as suas participações na CONMEBOL Libertadores desde 1961, quando, logo de cara foi finalista (vale lembrar que o torneio fora instituído em 1960), o Verdão havia atingido, no máximo, dez jogos de invencibilidade: em 2001, com três vitórias e sete empates. Na edição atual da Libertadores, o Verdão passou seus 11 jogos primeiros jogos sem perder (nove vitórias e dois empates – números correspondentes justamente aos da campanha do Alviverde na edição de 2020 antes da derrota para o River Plate, nas semifinais) e, com isso, superou o antigo recorde de 2001, de dez partidas sem sofrer revés, estabelecendo novo recorde invicto ao longo de todas as suas participações.

Vale lembrar ainda que, nesta edição, o Palmeiras também estabeleceu, após bater o River Plate-ARG nos domínios adversários, em seu compromisso mais recente como visitante pelo Continental, a maior série invicta como mandante fora de casa de toda a sua história na Libertadores: agora são nove jogos sem perder longe de seu território.

BRASILEIRO COM MAIS GOLS NO GERAL, COMO MANDANTE E COMO VISITANTE NA HISTÓRIA DA LIBERTADORES

Na edição de 2020, o Palmeiras se tornou o clube brasileiro com mais bolas na rede na condição de mandante na história da Libertadores, chegando a 215 gols e ultrapassando o Cruzeiro, antigo recordista com 201. Assim, o Alviverde, que também é o brasileiro com mais gols como visitante, com 147 tentos anotados fora de casa, se mantém como o que mais balançou as redes no geral, com 362 gols, que o colocam na 7ª posição do ranking de todos os clubes*:

1º – River Plate-ARG: 605 gols em 362 jogos
2º – Peñarol-URU: 555 gols em 369 jogos
3º – Nacional-URU: 549 gols em 393 jogos
4º – Boca Juniors-ARG: 464 gols em 297 jogos
5º – Olimpia-PAR: 442 gols em 311 jogos
6º – Cerro Porteño-PAR: 401 gols em 309 jogos
7º – Palmeiras-BRA: 363 gols em 197 jogos
8º – Bolívar-BOL: 345 gols em 237 jogos
9º – Universidad Católica-CHI: 337 gols em 222 jogos
10º – Colo-Colo-CHI: 336 gols em 241 jogos
*números atualizados até o jogo de volta das semifinais

BRASILEIRO COM MAIS VITÓRIAS NA LIBERTADORES

Com 107 triunfos ao longo de suas 20 participações na Libertadores, o Palmeiras ultrapassou o Grêmio em número de vitorias e passou a ser o brasileiro, o que mais venceu no torneio continental – o Tricolor, que já tinha 106 vitórias, perdeu para o Santos o seu duelo mais recente e foi eliminado. Neste quesito, tanto Verdão quanto o Imortal estão à frente do Cruzeiro, terceiro colocado, com 95 triunfos pela Libertadores.

Melhor ainda é o retrospecto com visitante. O Palmeiras é o brasileiro com mais vitórias fora de casa na história da Libertadores: são 40 triunfos longe de seus domínios, seis a mais do que o Cruzeiro, segundo colocado com 34. Nas últimas 15 vezes em que atuou no campo do adversário pela competição, o Verdão venceu 11, empatando duas e perdendo outras duas – a série atual de nove jogos sem derrota como visitante, iniciada em abril do ano passado, é a maior do clube em todos os tempos na Libertadores.

SEGUNDO MELHOR ATAQUE DA LIBERTADORES 2020

O Palmeiras tem o segundo melhor ataque da edição de 2020, com 33 gols marcados, assim como o River Plate. Ao ter vazado o Santos neste sábado (30), portanto, o Verdão terimou a Libertadores com o melhor ataque geral. Os artilheiros do time na competição são Rony e Luiz Adriano, ambos com cinco bolas na rede na atual edição.

Números gerais do Palmeiras na Libertadores:
Retrospecto geral: 197 jogos, 108 vitórias, 36 empates, 53 derrotas, 362 gols marcados e 209 gols sofridos
Mandante: 97 jogos, 67 vitórias, 17 empates, 13 derrotas, 215 gols marcados e 77 gols sofridos
Visitante: 98 jogos, 40 vitórias, 19 empates, 39 derrotas, 147 gols marcados e 129 gols sofridos
Neutro: 2 jogos, 1 vitória, 1 derrota, 1 gol marcado e 2 gols sofridos

Primeiro jogo: 04/05/1961 – Independiente-ARG 0x2 Palmeiras (gols de Gildo e Zequinha) – Estádio Presidente Perón (Avellaneda-ARG)
Maior série de vitórias no geral: seis, entre 07/02/1971 e 14/04/1971
Maior série de vitórias em casa: nove, entre 05/05/1999 e 06/06/2000
Maior série de vitórias fora de casa: cinco, entre 01/03/2018 e 20/09/2018

Maior série invicta no geral: 11 jogos, de 06/03/2019 até hoje
Maior série invicta em casa: 34 jogos, entre 12/04/1979 e 12/05/2005
Maior série invicta fora de casa: nove jogos, de 25/04/2019 até hoje

Maior goleada no geral e em casa: 04/05/1995 – Palmeiras 7×0 El Nacional-EQU (gols de Edmundo duas vezes, Válber duas vezes, Rivaldo duas vezes e Paulo Isidoro) – Estádio Palestra Italia (São Paulo-SP)

Maior goleada fora de casa: 25/04/2019 – Melgar-PER 0x4 Palmeiras (gols de Gustavo Gómez, Gustavo Scarpa duas vezes e Moisés) – Monumental de la Unsa (Arequipa-PER)

ATAQUE EM BOA FASE: 58 GOLS NAS ÚLTIMAS 29 PARTIDAS

O Palmeiras anotou 58 gols em seus 29 jogos mais recentes, registrando ótima média de 2,0 tentos por duelo. No total das 68 partidas do ano, em apenas 12 o Verdão passou em branco no placar – desde a conquista do título paulista sobre o Corinthians, foram disputados 48 jogos (sendo 32 de Brasileiro, dez de Libertadores e seis de Copa do Brasil, além da decisão estadual), e a equipe só não marcou gol em seis.

VERDÃO ULTRAPASSA MARCA DE 110 GOLS NA TEMPORADA

O Palmeiras acumula 113 bolas na rede durante a temporada – este dado contabiliza também os gols anotados na Florida Cup, torneio amistoso realizado nos Estados Unidos. Destes, 45 gols foram pelo Campeonato Brasileiro, 33 pela Libertadores (melhor ataque do torneio), 21 pelo Paulista, 12 pela Copa do Brasil e outros dois pela Florida Cup, no início da temporada.

MELHOR DEFESA ENTRE TODOS OS CLUBES NA TEMPORADA

No geral da temporada, a média de 0,73 gol sofrido por partida de campeonato (48 gols em 66 jogos, sem contar torneios amistosos) coloca o Verdão na primeira posição entre os clubes com menor índice de gols sofridos no ano, superando o Internacional, com 0,82 (51 gols em 62 jogos).

Considerando as partidas da Florida Cup, na pré-temporada, foram 49 gols sofridos em 68 jogos no total, média de 0,72 por partida, que coloca a atual temporada em 10º lugar no ranking dos anos com menor média de gols sofridos na história do Palmeiras, atrás de 1974, com 0,71 (56 gols sofridos em 78 jogos); a temporada de 1972 é a líder no quesito, com apenas 0,54 tento cedido por partida (44 gols sofridos em 81 partidas).

O Verdão tem ainda a segunda melhor defesa da atual temporada como visitante, com média de 0,79 gol sofrido por jogo (26 em 33 partidas), atrás apenas do Grêmio, com 0,73 (24 em 33). Além disso, passou 43,7% dos jogos fora de casa sem sofrer gols (14 de 32) – é o terceiro melhor índice entre todos os clubes, atrás do Grêmio, com 54,5% (18 de 33 jogos), e do Ceará, com 46,8% (15 de 32 jogos).

Site oficial Palmeiras

Slider