“Sou pré-candidato à prefeito da nossa cidade” afirma presidente do PSD

0
Slider

O PORTAL DE NOTÍCIAS CANAL DO SUL INFORMA QUE FARÁ A BUSCA PARA REALIZAR MATÉRIAS DE CONTEÚDO POLÍTICO DE QUALIDADE, ATENDENDO TODOS OS PARTIDOS E MOVIMENTOS, MANTENDO O PRINCÍPIO DE IGUALDADE DE DIVULGAÇÃO E IMPARCIALIDADE QUE O VEÍCULO SEMPRE BUSCOU TER.

Chegamos ao nosso 6º entrevistado, ele que é Delegado, foi candidato a Deputado Estadual e computou 28.183 votos, e está presidindo o PSD no município de Orleans, Ulisses Gabriel, hoje nos fala um pouco sobre o partido e as intenções para às eleições deste ano.

“As pessoas anseiam por renovação. Juntos vamos fazer mais e melhor. Basta comparar a gestão do atual prefeito como Delegado de Orleans e a gestão realizada nos dias atuais. Somos mais eficientes, reduzimos o crime e produzimos mais resultados que ele”. pontua Ulisses

Confira a entrevista:

Entrevistador (Luan): Presidente, ano de eleição chega, e é um momento que começa ficar tenso entre os partidos. Eu gostaria de começar perguntando sobre aquilo que todo mundo quer saber: Delegado Ulisses é pré-candidato a prefeito? Em caso de ser pré-candidato, já teriam nomes de um vice ou de uma vice?

Entrevistado (Ulisses): Sim. Sou pré-candidato à prefeito da nossa cidade. A pré-candidatura se tornou irreversível e temos um alinhamento prévio com partidos de centro direita. Nosso grupo, falando do PSD, partido cujo um dos fundadores foi meu sogro, já tem pré-candidato definido. Vamos aguardar a decisão do candidato do PP, nosso parceiro, cujo presidente é o Silverio Baggio, bem como também vamos aguardar a decisão do PSL, presidido pelo Joel Niero, que tem uma família historicamente ligada a nós, há muito tempo. Para se ter uma ideia, na década de 80 o Lussa coordenou a campanha do Seu Chico Zomer e do Jorge Niero e a Thayni, ainda criança animava os comícios. Além desses dois partidos há conversas com o Dem, o PSC e Aliança pelo Brasil. Vamos conversar com o PL, já que há um alinhamento deles com o Presidente da república e eles já estiveram com o PP na última eleição, cuja coligação elegeu dois vereadores. Estamos de portas abertas para uma união em prol de um trabalho sério, de resultados para Orleans.

Entrevistador (Luan): Como está a estruturação do partido para concorrer às eleições 2020? Existem nomes já apontados? Grupo formado?

Entrevistado (Ulisses): Sim. Até final de março nossa nominata de vereadores estará pronta. Além dos três vereadores em exercício, Paulo Canever, Dija e Galego, temos vários outros nomes que já foram candidatos ou que serão pela primeira vez. Além disso, estamos de portas abertas para ouvir pessoas que queiram ser candidatar.

Entrevistador (Luan): No caso do partido estar concorrendo à majoritária, como se daria? Chapa pura ou chapa mista? O partido tem conversado com outras siglas do município?

Entrevistado (Ulisses): Nós estamos conversando com todos os partidos de centro direita, que tem por base o respeito aos costumes, fé em Deus e compromisso com a família.

Entrevistador (Luan): Dia 19 deste mês, o senhor assume uma cadeira na Alesc, de fato é algo importante para o município. Com isso o que o município pode esperar do tempo em que o senhor estiver na Alesc? Nunca fui político, mas resolvi encarar o desafio ao ouvir o clamor da população catarinense, que exigiam renovação política e um duro combate ao crime, tema em que acumulo experiência de anos como Delegado de Polícia.

Assumindo como deputado vou para o lado da mesa em que minhas ações na área da segurança podem atingir mais pessoas, no Estado todo.

Sei que posso ajudar na busca de mais segurança, onde presto meus serviços, valorização da educação, por minha mãe ser professora, mais qualidade na saúde, mais tecnologia, mais apoio ao transportador, já que meu pai foi por 25 anos caminheiro. Vejo os caminhoneiros sofrendo com o preço do diesel a despreocupação do governo em diminuir impostos, mesmo tendo prometido isso, sem contar a questão da tributação dos insumos agrícolas, que está voltando à pauta da sociedade e da Alesc.

Além disso, é importante buscar mais desenvolvimento para nossas cidades, que dependem de infraestrutura qualificada. Vejam nossas rodovias e a situação delas. Estão com manutenção pífia e as pessoas sofrendo prejuízo.

Outro tema importante versa sobre a obrigação de pagar o IPVA antecipado quando da transferência do veículo. Isso é um absurdo sem tamanho.

Além disso, há a necessidade de fomentar o turismo regional.

Entrevistador (Luan): Deixo esse espaço livre para realizar considerações que achar importante:

Entrevistado (Ulisses): A partir de 19 de fevereiro Orleans terá um deputado, que anda pelo rua de Orleans e fica contente por ouvir as pessoas e receber cobranças, respeita os servidores públicos, a propriedade alheia e o povo de bem. E a partir de janeiro de 2021 Orleans terá um prefeito, um vice e um grupo de secretários que vai atender e resolver os problemas do cidadão Orleanense. Tenho essa convicção. Algo de dentro de mim, no meu coração, diz que isso vai acontecer, até porque precisamos de alternância de poder e acabar com a reeleição, pois sou contra ela e vou fazer um documento em cartório declarando isso, pois outras pessoas já disseram que eram contra e agora já são a favor. Aprendi na minha infância difícil a ter palavra e ter atitude.

Luan Schmitz | JP6500SC | Canal do Sul

Demais entrevistas:

Presidente do PL afirma que o partido está preparado para às Eleições 2020

Presidente do PDT afirma “nosso grupo não é situação nem oposição, somos pelo bem de Orleans”

Presidente do REPUBLICANOS afirma que partido estará presente nas eleições municipais 2020

Líder do NOVO em Orleans concedeu entrevista nesta tarde

Presidente do PSDB afirma que o partido irá buscar compor cabeça de chapa

O PORTAL DE NOTÍCIAS CANAL DO SUL INFORMA QUE FARÁ A BUSCA PARA REALIZAR MATÉRIAS DE CONTEÚDO POLÍTICO DE QUALIDADE, ATENDENDO TODOS OS PARTIDOS E MOVIMENTOS, MANTENDO O PRINCÍPIO DE IGUALDADE DE DIVULGAÇÃO E IMPARCIALIDADE QUE O VEÍCULO SEMPRE BUSCOU TER.

Slider