Treviso: parceria entre Município e PM possibilita compra de armamento

0
Slider

A CTT.40 é uma arma de grande relevância para a segurança dos policiais, tanto pelo seu potencial, como pela sua ostensividade

A Polícia Militar de Treviso começa a trabalhar a partir desta sexta-feira (14) com um novo e moderno armamento, a CTT .40 Taurus. A aquisição da arma só foi possível em função de um convênio de cooperação financeira entre a PM e a Prefeitura.

“Essa é a primeira vez que acontece esse tipo de cooperação em Treviso. A realidade atual exige que a polícia esteja bem equipada e armada. Diante deste cenário, a Administração Municipal repassou os recursos necessários e a Polícia Militar fez a compra do armamento. Isso demonstra o compromisso do governo municipal em contribuir para manter a Polícia Militar local bem equipada, e assim poder continuar oferecendo uma segurança pública cada vez mais qualificada”, afirma o comandante da PM de Treviso, Sargento Murilo Gonçalves.

“O bem-estar do cidadão depende também da segurança de todos os indivíduos, quer seja do munícipe, quer seja do policial, e essa nova arma vem ao encontro dessa realidade”, completa.

Na manhã desta sexta, no gabinete do prefeito Jaimir Comin, a arma foi oficialmente apresentada pela corporação que atua na cidade. “Os profissionais das forças de segurança do município prestam um excelente trabalho protegendo a população e, para a Administração Municipal, é de grande relevância poder contribuir para que esse serviço tenha cada vez mais condições de ser bem prestado”, declara o prefeito Comin.

Segundo o soldado PM Marcelo Feltrin Pavei, que estava na presente na ocasião “a CTT.40 é uma arma de grande relevância para a segurança dos policiais, tanto pelo seu potencial, como pela sua ostensividade. Foi um excelente incremento para qualificar ainda mais o serviço prestado pela Polícia Militar no município”.

A CTT.40, agora, fará parte de diversas ações policiais. “Esse armamento representa um maior potencial ostensivo nas operações realizadas como em abordagens, barreiras, policiamento de eventos e nas atividades de rotina desempenhadas pela Polícia Militar”, pontua o sargento Gonçalves.

Fonte: DN Sul

Slider