08/11/2023 às 17h41min - Atualizada em 08/11/2023 às 17h41min

Urgente: PF prende dois suspeitos de planejar ataque terrorista no Brasil

Foto: Polícia Federal/Divulgação
 
 
 
Policiais federais detêm dois suspeitos de planejar atos terroristas no Brasil em operação realizada nesta quarta-feira (8). A ação, nomeada de Operação Trapiche, visava também desbaratar a suposta rede de recrutamento de extremistas. Os detidos, cuja identidade não foi revelada, encontram-se em prisão temporária, no estado de São Paulo.

Alvos da ação poderiam possuir vínculos com o grupo armado libanês Hezbollah, conforme apurou a TV Globo. Viagens recentes a Beirute, capital do Líbano, levantaram suspeitas sobre a ligação dos suspeitos com a organização. A Polícia Federal planeja interrogar os detidos ainda nesta quarta-feira.

Além dos dois mandados de prisão temporária cumpridos, foram executadas 11 ordens de busca e apreensão em diferentes localidades, sendo sete em Minas Gerais, três no Distrito Federal e uma em São Paulo. Os mandados foram expedidos pela Subseção Judiciária de Belo Horizonte.

Caso as suspeitas sejam confirmadas, os investigados poderão ser acusados de constituir ou integrar organização terrorista, assim como de realizar atos preparatórios de terrorismo, crimes previstos na Lei de Terrorismo (Lei nº 13.260, de 2016), com penas que somadas, alcançam até 15 anos e seis meses de prisão. Ambos os crimes são considerados hediondos e inafiançáveis.

O Ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, destacou que a operação é uma medida preventiva baseada em uma "hipótese" de uma rede terrorista buscando estabelecer-se no Brasil. Dino reafirmou o compromisso do governo na luta contra o terrorismo e ressaltou a importância do cumprimento dos compromissos internacionais assumidos pelo Brasil.

- Redação Canal do Sul
Com informações de Agência Brasil e TV Globo
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://canaldosul.com.br/.